Prêmios

Todos os anos, o público do Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo escolhe seus filmes favoritos. Este ano não foi diferente: a plataforma de exibição permitiu que o público online votasse e elegesse seus dez filmes preferidos entre os exibidos nas programações principais brasileira e estrangeira. Confira a seguir os filmes, por ordem alfabética, e assista as sessões clicando aqui

10 + Estrangeiros

* “Boa Noite” (Bélgica) - Anthony Nti 

* “Ele Não Consegue Viver Sem Cosmos” (Rússia) - Konstantin Bronzit 

* “Formas Concretas de Resistência” (Reino Unido) - Nick Jordan 

* "Kini" (Uruguai) - Hernán Olivera 

* “Mãe Chuva” (Peru/Bolívia/Argentina) – Alberto Flores Vilca 

* “Mother’s” (Bélgica) – Hippolyte Leibovici  

* “O Portão de Ceuta” (França/Marrocos) - Randa Maroufi 

* “Os Anéis da Serpente” (Chile) - Edison Cájas

* “Polvo” (Turquia) - Engin Erden

* “W” (Grécia) - Stelios Koupetoris

 

 10+ Brasil

* “Carne” (Brasil-SP) - Camila Kater 

* “Construção” (Brasil-RS) - Leonardo Santos Rosa 

* “Egum” (Brasil-RJ) - yuri costa 

* “Entre Nós e o Mundo” (Brasil-SP) - Fábio Rodrigo 

* “Inabitável” (Brasil-PE) - Matheus Farias e Enock Carvalho 

* “Lora” (Brasil-SP/Portugal) - Mari Moraga  

* “O Que Pode um Corpo?” (Brasil-RS) - Victor Di Marco e Márcio Picoli  

* “TuãIngugu [Olhos d’Água]” (Brasil-RJ/Itália/Suíça) - Daniela Thomas  

* “Perifericu” (Brasil-SP) - NayMendl, Vita Pereira, Rosa Caldeira e Stheffany Fernanda 

* “Vai Melhorar” (Brasil-RN) - Pedro Fiuza

 

O filme selecionado este ano foi “A Morte Branca do Feiticeiro Negro” (SC), de Rodrigo Ribeiro 

O Prêmio Revelação tem como objetivo incentivar os jovens talentos do audiovisual brasileiro em sua próxima produção, da gravação até a finalização de um curta-metragem de até 15 minutos. Para isso, o Festival estabelece parcerias com empresas do setor, que indicam um júri de jornalistas e críticos e oferecem recursos para essa nova empreitada. 
Concorrem ao Prêmio Revelação os diretores de curtas brasileiros realizados em cursos de cinema ou audiovisual exibidos na Mostra Competitiva e Mostra Brasil. A seleção também leva em conta um roteiro de até 15 páginas enviado pelos realizadores, expondo o argumento de seu próximo projeto. 
O curta-metragem viabilizado pelo Prêmio Revelação tem como compromisso estrear no 32º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo.

Conheça os parceiros do Prêmio Revelação:

Conheça o júri:

O melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira é Perifericu (SP), de Nay Mendl, Vita Pereira, Rosa Caldeira e Stheffany Fernandau

O Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo oferece um prêmio ao melhor curta-metragem brasileiro. Os filmes concorrentes integram os programas da Mostra Competitiva. A seleção é feita pelo júri oficial da Mostra e o vencedor recebe o troféu Kinoforum e um prêmio em dinheiro de R$ 10 mil.

Conheça o júri:

 

 

Conheça os vencedores e clique aqui para assistir os filmes.

Prêmio Canal Brasil 

* “Carne” (Brasil-SP) - Camila Kater

Prêmio TV Cultura 

* “Lora” (Brasil-SP) - Mari Moraga

Prêmio Sesc TV 

Prêmio Sesc TV – Mostra Internacional ou Mostra Latino-Americana 

* "As Calças de Pushkin” (Israel) - Lev Brodinsky

Prêmio Sesc TV – Mostra Brasil 

* “Difícil é Não Brincar” (Brasil-MG) - Papoula Bicalho 

Prêmio Playkids 

* “Cobertor” (Rússia) - Marina Moshkova

Menção Honrosa 

* “Trincheira” (Brasil-AL) - Paulo Silver

Prêmio Curta! / Porta Curtas 

* “Estamos Todos na Sarjeta, Mas Alguns de Nós Olham as Estrelas” (Brasil-SP) - Sergio Silva e João Marcos de Almeida 

e 

* “Vai Melhorar” (Brasil-RN) - Pedro Fiuza

Conheça a seguir os filmes selecionados e assista aqui a sessão com todos eles. 

Prêmio TV Cultura

Menção honrosa para curta-metragem trabalho realizado por oficinas de realização audiovisual

* Nuance” (Brasil-SP) - Flávia Duarte
 

Destaque LGBT - Troféu “Borboleta de Ouro”

Menção Honrosa

* “Perifericu” (Brasil-SP) - NayMendl, Vita Pereira, Rosa Caldeira e Stheffany Fernanda

Prêmio Especial

* “O Que Pode Um Corpo?” (Brasil-RS) - Victor Di Marco e Márcio Picoli

Prêmio Internacional

* “Mother’s” (Bélgica) – Hippolyte Leibovici

Prêmio Brasil

* “Inabitável” (Brasil-PE) - Matheus Farias e Enock Carvalho


Destaque ABCA – Associação Brasileira de Cinema de Animação para Melhor Animador(a) / Troféu O Kaiser

* “Carne” (Brasil-SP) - Camila Kater

Menção honrosa

* “Mãtãnãg, a Encantada” (Brasil-MG) - Shawara Maxakali e Charles Bicalho


Prêmio ABD-SP - Associação Brasileira de Documentaristas e Curtas-Metragistas 

Menção Honrosa

* “Meu Corpo Entregue a Vocês” (França) - Anna-Claria Ostasenko Bogdanoff


Prêmio ABD-SP para Mostra Limite

* "MenschMachine ou Reunindo as Peças" (Áustria) - AdinaCamhy


Prêmio ABD-SP para Mostra Latino-americana

* “Garganta” (Colômbia) - Mauricio Maldonado

 

Dádiva” (Brasil-SP), de Evelyn Santos, recebeu o Prêmio Curta em Casa, oferecido pelo Projeto Paradiso, que concedeu um prêmio de R$ 10 mil a serem usados em formação profissional e desenvolvimento para o autor do curta-metragem. O filme foi escolhido por uma comissão composta pelos cineastas e integrantes da Rede de Talentos Paradiso Carolina Markowicz (SP), Higor Gomes (MG) e Ulisses Arthur (AL).