Edições Anteriores

1992 - O curta rompe fronteiras  

"O cinema nasceu curta e através deles continuam nascendo os cineastas", dizia o texto de apresentação do III Festival, que abordava o formato como espaço privilegiado para romper as fronteiras do cinemão rumo a um universo audiovisual mais amplo - onde entravam cinema, TV, videoarte (naquela época, ainda não existia a Internet). Para mostrar o nascimento de grandes cineastas, o evento montou uma retrospectiva com os primeiros passos de cineastas como Stanley Kubrick, Alain Resnais, Werner Herzog, François Truffaut, Sérgio Bianchi, Bruno Barreto e Carlos Reichenbach.  

A mostra incluiu também o vídeo em sua programação, com uma seleção de trabalhos do Festival do Minuto. Filmes do "No Budget", festival realizado em Hamburgo (Alemanha), mostraram como é possível aliar boas idéias e pouquíssimos recursos. No Panorama Brasil, o público paulistano pôde ver 77 novos curtas nacionais e uma retrospectiva contou a história do documentário brasileiro através dos filmes de curta duração. 

veja também

  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
  • 2008
  • 2007
  • 2006
  • 2005
  • 2004
  • 2003
  • 2002
  • 2001
  • 2000
  • 1999
  • 1998
  • 1997
  • 1996
  • 1995
  • 1994
  • 1993
  • 1992
  • 1991
  • 1990