Edições Anteriores

1997 - A diversidade do curta-metragem  

O foco do 8º Festival celebra a vitalidade da cultura negra, desbravando as cinematografias de países como Senegal, Chade, Guiné, Mali, Burkina Faso, Moçambique e Camarões, além de obras de autores norte-americanos e ingleses e curtas de Joaquim Pedro de Andrade, Zózimo Bulbul, Vladimir Carvalho, Leon Hirszman, Orlando Senna e outros, que ecoam aspectos da cultura negra no Brasil.   A diversidade também se expressa na mostra da instituição norte-americana Women Make Movies, comemorando seu jubileu de prata na luta por um cinema feito por mulheres. A transgressão, o experimentalismo e a vanguarda surgem nas mostras do alemão Matthias Müller, dos austríacos da Sixpack e dos japoneses do Image Fórum. O Panorama Brasil chega com 67 filmes e recorde de estados participantes (11). 

veja também

  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
  • 2008
  • 2007
  • 2006
  • 2005
  • 2004
  • 2003
  • 2002
  • 2001
  • 2000
  • 1999
  • 1998
  • 1997
  • 1996
  • 1995
  • 1994
  • 1993
  • 1992
  • 1991
  • 1990